Páginas

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Mudanças

       Mudanças, essas vão acontecer de qualquer maneira. No corpo todos já conhecem a principal mudança, a barriga. Mas tem também as fisiológicas. 


      Pelas minhas contas engravidei entre o dia 20 e 25 de abril, fiz essa conta de acordo o tempo de gestação da primeira ecografia. E mesmo assim meu ciclo menstrual foi quase normal, estranhei que o fluxo veio por apenas 2 dias e numa cor rosada.
     
      No mês de maio, me senti um pouquinho inchada do mesmo jeito que fico antes de descer minhas regras. Como comentei em um post anterior, nessa época tive muita azia, e no final deste mesmo mês, o que pra mim foi o pior, ficava 2 ou 3 dias sem conseguir fazer o nº 2.
       
       Em junho foi o mês da descoberta da gravidez, por causa do atraso do ciclo menstrual, dos enjoos matinais, que de vez em quando apareciam também a noite. Comecei a juntar os sintomas, azia ok, tinha de vez em quando antes..... prisão de ventre, era muito raro acontecer...... enjoos, nem lembrava a última vez que senti, ainda mais todos os dias pela manhã..... Neste mês a prisão de ventre piorou, a partir dai veio alguns cuidados na alimentação para ajudar nesta parte. Outra coisa que é comum acontecer na gravidez é a maior frequência de emissão de gases e a retenção deles também, e comigo não foi diferente. Quando a barriguinha começou a crescer comecei a sentir um puxão de leve nas laterais próximo a virilha, segundo o que li a respeito é no ligamento redondo, pois o útero esta se expandindo, e a partir da 24ª semana isso melhora. Com a barriguinha maior começou a cair a ficha, vou ser mamãe.

       Julho e Agosto.... estou quase chegando na 17ª semana, e a azia aparece de vez em quando, a prisão de ventre com os cuidados na alimentação melhorou um pouco, a coisa esta dia sim-dia não, os enjoos diminuíram bastante. O que esta incomodando neste mês de agosto são os gases presos. A pele da barriga começou a ficar bem seca chegando descamar, estou usando muito hidrante e óleo de amêndoas. A barriguinha já esta bem saliente, e com isso comecei a ter um pouco de dificuldade em ficar numa posição confortável pra dormir, e pra isso a solução que encontrei foi comprar um travesseiro de corpo anatômico, aqueles que são no formato de um C mais fechado, dando apoio principalmente para as costas e barriga. Comprei este da foto, da marca Babykinha no site da Tricae. Uso ele também no sofá para sentar com as pernas para cima do sofá que é mais confortável. Nesta fase que a barriguinha começa a ficar maior começamos a precisar de mais almofadas e travesseiros para nos deixar confortáveis, e esse travesseiro ajuda muito.
             
       Mas qualquer dificuldade é superada quando você se olha no espelho e vê sua barriga crescendo, que isso é sinal do seu bebê se desenvolvendo, e que enjoo, azia, prisão de ventre, gases presos, não é nada perto do amor que você vai alimentando pelo seu filho. 

     



 Não sei o que vai acontecer pelos próximos meses de gestação, mas sei que farei qualquer esforço pelo bem estar deste pequeno ser que cresce me meu ventre. E quero aproveitar cada minuto desta etapa da minha vida e do papai.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentario e suas sugestões...